Cod. de Ética. Instrumentador

24/04/2014

Art. 1 – O Instrumentador Cirúrgico procurará defender com todas as suas forças e em todas as circunstâncias o direito fundamental da vida humana.
Art. 2 – O Instrumentador Cirúrgico dedicará atenção especial ao paciente/cliente, prescindindo de raça, nacionalidade e religião.
Art. 3 – O Instrumentador Cirúrgico procurará  familiarizar-se com os vários aspectos organizacionais e administrativos do hospital e com dinâmica do bloco operatório, objetivando uma integração adequada no seu ambiente de trabalho.
Art. 4 -  O Instrumentador Cirúrgico, ciente de que o desempenho de sua função requer formação aprimorada, procurará ampliar e atualizar seus conhecimentos técnicos, científicos e do desenvolvimento da própria profissão.
Art. 5 -  O Instrumentador Cirúrgico executará com rigor e destreza as orientações do cirurgião, com vistas ao pleno sucesso do ato cirúrgico.
Art. 6 -  O Instrumentador Cirúrgico, evitará abandonar o paciente/cliente em meio ao ato operatório sem causa justa e sem garantia de solução de continuidade de sua atividade.
Art. 7 – O Instrumentador Cirúrgico negará sua participação em pesquisas que violem os direitos inalienáveis da pessoa humana.
Art. 8 – O Instrumentador Cirúrgico procurará manter relações cordiais, espírito de colaboração e integração com todos os membros da equipe cirúrgica.
Art. 9 -  O Instrumentador Cirúrgico guardará segredo sobre fatos que tenha conhecimento no exercício de sua profissão.
Art. 10 – O Instrumentador Cirúrgico fará valer seu direito, a  remuneração compatível com o trabalho realizado e com dignidade da profissão.
Art. 11 -  O Instrumentador Cirúrgico colocará seus serviços profissionais a  disposição da comunidade em casos de urgência, independentemente de qualquer proveito pessoal.

Todos os direitos reservados © 2020